Home » Che: Uma biografia by Kim Yong-hwe
Che: Uma biografia Kim Yong-hwe

Che: Uma biografia

Kim Yong-hwe

Published 2006
ISBN :
248 pages
Enter the sum

 About the Book 

Muitos me chamarão de aventureiro, e o sou, mas de um tipo diferente. Sou daqueles que põem a vida em jogo para demonstrar as próprias verdades.Não quero nunca renunciar à liberdade deliciosa de me enganar.Sejam sempre capazes de sentir profundamenteMore´´Muitos me chamarão de aventureiro, e o sou, mas de um tipo diferente. Sou daqueles que põem a vida em jogo para demonstrar as próprias verdades.´´´´Não quero nunca renunciar à liberdade deliciosa de me enganar.´´´´Sejam sempre capazes de sentir profundamente qualquer injustiça praticada contra qualquer pessoa em qualquer parte do mundo. Essa é a qualidade mais linda de um revolucionário.´´Che GuevaraEsta história em quadrinhos retrata a vida e a luta de Che Guevara, o mais famoso dos revolucionários modernos. Figura emblemática de diversas gerações a partir da década de 70, Che se tornou um ícone da cultura pop. Mas poucos conhecem a história por trás do mito. Da infância na Argentina à captura e execução em La Higuera, na Bolívia, os eventos que levaram Che Guevara a se transformar no símbolo que é hoje são recontados nos quadrinhos de Kim Yong-Hwe, um dos grandes talentos coreanos da HQ.Quando Ernesto Che Guevara foi morto nas selvas da Bolívia, em outubro de 1967, ele já havia se transformado em um mito, não só na América Latina, mas no mundo inteiro. E com o passar do tempo esse mito só cresceu.Nesta história em quadrinhos você vai conhecer todos os lados da vida do homem que deu origem ao mito: Che, o guerreiro incansável na luta contra o poder dominante- Che, o revolucionário que prega a criação de um ´´Homem Novo´´, despido do ego e profundamente solidário com o próximo- Che, o herói romântico que abandona uma revolução bem-sucedida para continuar sua luta contra a opressão e a tirania em outros países.Nascido na Argentina, Guevara deixou para trás a formação em medicina e seu próprio país depois de viajar de moto pela América Latina e deparar com a injustiça social nos lugares por onde passou. Anos mais tarde, conheceria Fidel Castro, à época um exilado cubano que liderava o movimento contra a ditadura de Fulgencio Batista em Cuba.Nas fileiras do exército guerrilheiro de Fidel, o carisma e a bravura de Che rapidamente o tornaram a figura mais popular entre os homens que marchavam para Havana. Depois da tomada do poder, assumiu o segundo posto na hierarquia do governo revolucionário, mas sua natureza inquieta o levou a deixar Cuba com o propósito de disseminar a revolução em outros países.Após breve e malsucedida incursão pelo Congo, Guevara partiu para a Bolívia em 1967, onde foi capturado e executado pelo exército boliviano em uma emboscada armada com o auxílio da CIA. Seu corpo, crivado de balas, foi fotografado e filmado. As imagens correram o mundo inteiro. Nascia aí a lenda do maior revolucionário que a conturbada década de 60 produziu e que Kim Yong-Hwe retrata aqui com maestria e admiração.